Cadê a sua cruz? (Mt. 10:38)

Muitos cristãos não carregam a cruz. Não sabem estes que a cruz é o diferencial do cristão. O que torna alguém em um autêntico cristão é a cruz que este carrega. Cristão sem cruz não é cristão.

O nosso Senhor concretizou a sua obra de salvação em uma cruz. Ele não desistiu da cruz. Foi até desafiado a largar a cruz, mas não o fez. Ele sabia exatamente o que iria conquistar: a salvação do mundo.

Nós temos, também, uma missão a cumprir: manter, a qualquer custo, a salvação conquistada por Jesus. Enquanto vivermos neste mundo temos que carregar a cruz invisível que nos foi confiada. Jesus já abriu o caminho para trilharmos. Ele deu o exemplo. “...foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado.”(Hb. 4:15).

Quando lemos a historia de Cristo só enxergamos a cruz de madeira. A cruz de Cristo, no entanto, fez parte de toda a sua vida. Ele foi tentado em todas as coisas. Imagine os tipos de situações que Ele, sendo homem teve de superá-las. As pressões, criticas, insinuações, descrédito, desprezos. Por quantas provações o nosso Mestre teve de passar!

Ele venceu o mundo por que sabia exatamente o que o aguardava caso fosse vitorioso em todas as coisas. “...em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz...”(Hb. 12:2). Precisamos ter essa fé para podermos, como Ele, vencer o mundo. “Visto que andamos por fé e não pelo que vemos.”(II Co.5:7). Precisamos acreditar no galardão que aguarda aqueles que vencerem.

Irmãos, se vivermos para agradar a carne não somos dignos de Cristo! Se não abrirmos mão de tudo aquilo que nos impede de seguirmos a Jesus não somos aceitos por Ele. Para largarmos tudo por amor a Cristo devemos considerar que “...a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação,” (II Co. 4:17). Que maravilha! A leve e momentânea tribulação, na matemática de Deus, é igual a um eterno peso de glória. Vale a pena qualquer esforço.

Precisamos deixar a indecisão de lado. O céu é para os decididos. Só é seguidor de Cristo quem se dispõe a ser. Pedro e André quando foram chamados por Jesus estavam pescando “Então eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram.”(Mc. 1:18). Com Tiago não foi diferente (Mc. 1:20). Enfim, todos os discípulos deveriam ter algum oficio, alguma coisa que os impedisse de seguir a Jesus. Mas, mesmo assim, não vacilaram. E nós, será que estamos largando tudo por Jesus?

Não dá pra conciliar as duas coisas: servir a Deus e ao mundo. (Mt. 6:24). Deus não aceita resto. Deus exige de nós uma entrega total. “...se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.”(I Jo. 2:15). Temos que nos distanciar cada vez mais das coisas que o mundo de pecado oferece. A medida que caminhamos com a nossa cruz nas costas muita coisa vai ficando pra trás. Se as coisas continuam no mesmo lugar é sinal de que não avançamos nada. A nossa caminhada só se inicia quando renunciamos o que estamos fazendo. Os homens que foram chamados por Jesus só passaram a ser seus discípulos quando largaram suas ocupações terrenas e se dispuseram a se ocupar nas coisas espirituais. Aí sim, se tornaram seguidores de Cristo.

Precisamos ser seguidores de Cristo e não da religião. O nosso compromisso não é com homens. Quem nos chamou foi Jesus. Precisamos atender o seu chamado. Analise bem e veja o que é necessário abandonar pra seguir a Cristo. Não se engane: se há em você alguma característica do velho homem é sinal de que ainda não está carregando a cruz e, por conseguinte, não está seguindo a Cristo. Existem condições para seguir o mestre. Esteja disposto a atender as condições estipuladas. Busque a ajuda do Espírito Santo. Ele vai te guiar a descobrir toda a verdade sobre a caminhada cristã. Não se esqueça de tomar a sua cruz!

Comentários

  1. Parabéns pelo texto publicado... muito bem elaborado...
    É dessas iniciativas como a sua, que todos nós cristãos devemos tomar, pois devemos usar de todas as ferramentas disponiveis para divugar e/ou anunciar o poder do evangelho, que é a palavra de Deus...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"...Nem só de pão viverá o homem..." (Mt.4:4)

Seguindo os passos do Mestre (I Jo. 2:6)

Valorize a cruz de Cristo